Programa de capacitação de gestores ajuda na transformação do cotidiano escolar

Os 16.363 integrantes de equipes gestoras das redes estadual e municipais baianas que participam do Programa de Capacitação de Gestores (Progestão) retornaram às atividades nesta semana. Estudos preliminares da Secretaria da Educação do Estado da Bahia apontam que os educadores que participam ou já concluíram a formação continuada em gestão escolar têm conseguido uma articulação maior com a comunidade escolar, melhoria nos indicadores de aprendizagem e, também, o combate à evasão.
A proposta do programa é oferecer uma capacitação continuada aos dirigentes escolares das redes estadual e municipais, além de representantes do colegiado escolar, visando tornar a gestão mais qualificada e mais participativa, com a presença da comunidade escolar e do entorno no cotidiano da escola. O Progestão está presente hoje em 321 municípios baianos e já capacitou até o momento cerca de 7 mil pessoas.
“Há diversas experiências que sinalizam uma mudança de atitude da equipe gestora, que passa a dar mais ênfase à aprendizagem dos estudantes. Quanto maior for a possibilidade da escola se articular, gerenciar seus processos de forma democrática e participativa, maior será o impacto na melhoria da aprendizagem dos estudantes”, destaca a diretora da coordenação de políticas educacionais da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, Nadja Amado.
Boas práticas – Quem pode falar com propriedade do impacto do programa na gestão escolar é o diretor do Colégio Estadual Casa Jovem II, na zona rural de Igrapiúna, Francisco Cruz do Nascimento. Ele já concluiu o curso de Progestão e venceu, no ano passado, o prêmio Gestão Escolar, na categoria Destaque Brasil. “O resultado do curso repercute direto na escola. Tudo que aprendemos colocamos em prática. O Progestão conduz o gestor a levar a escola com êxito”, avalia o diretor, que, a convite do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), apresentou sua experiência para os 27 secretários de educação do país, no mês de fevereiro.
As experiências com o curso deixam o vice-diretor do Colégio Estadual Pedro Calmon, Virginaldo Eraldo de Araújo, entusiasmado. “É uma ferramenta a mais que o gestor tem para saber lidar com as questões do dia a dia, com a comunidade escolar. Sempre que possível estamos aplicando os conhecimentos adquiridos aqui na nossa unidade. O curso está proporcionando, também, termos uma maior visibilidade das ações que foram implementadas pela gestão”.
Carga horária – O curso tem a duração de 300 horas/aula, sendo 88 horas de encontros presenciais e as outras 222 utilizando a metodologia da educação à distância. Durante o curso, os gestores têm a oportunidade de realizar atividades que permitam o estabelecimento de vínculos entre as situações de aprendizagem oferecidas e a prática cotidiana nas escolas. A capacitação visa também proporcionar oportunidade de vivências voltadas para o homologaolvimento de competências e habilidades profissionais necessárias para a atuação em área de gestão escolar.
Além disso, a Secretaria da Educação organizou um ambiente virtual de aprendizado aqui no Portal da Educação, que possibilita o acompanhamento do programa em todo o estado e também a troca de experiência entre os cursistas.
Fonte: http://www.educacao.servidores.ba.gov.br/node/2189
15/03/2011 as 15:12