IAT na I Feira Literária de Canudos

conselheiro

Conselheiro, no desfile de abertura da Flican. Foto: Peterson Azevedo

O sertão vai virar arte, num mar de literatura! Essa é a previsão para Canudos, nos próximos dias. Histórica – mesmo sob as águas do açude de Cocorobó – e renascida – pois ninguém pode calar sua voz -, Canudos é assim: a de sempre, eterna, para os mais antigos e um desafio para as novas gerações, estas mais atentas à vida conectada em rede e suas ilusões. Daí a importância de um evento como esse, que revitaliza a memória de milhões, enquanto informa, educa e prepara outros guerreiros.

A tendência de se relegar patrimônios ao esquecimento sempre foi uma ameaça. Assim, Belo Monte passou a ser chamada de Canudos, mas de nada valeu. Então veio a guerra que fez tombar seu povo, mas graças, principalmente, aos escritos de Euclides da Cunha, o mundo todo veio a conhecer aquele horror. Mesmo assim, veio a inundação…

E como a ameaça de outras inundações persiste, inda mais no contexto que, ora, vivemos, a I Feira Literária de Canudos se levanta assim, “como um espaço fecundo para aprofundar e difundir o legado da saga conselheirista, bem assim o capital simbólico e o repertório de realizações artístico-culturais derivadas, especialmente aquelas relacionadas à literatura, cujo significado e ressonância têm gerado importantes repercussões no plano nacional e internacional” (FLICAN 2019).

 

cangaceiros

Desfile de Abertura. Foto: Geraldo Seara

Venha para Canudos! Desde ontem (21) até o dia 24 a cidade fervilha em história e cultura. O Instituto Anísio Teixeira participa do evento com as seguintes oficinas:

  • WORKSHOP DE FOTOGRAFIA COMO ESTRATÉGIA DE LETRAMENTO
  • WORKSHOP DE PRODUÇÃO TEXTUAL PARA MULTIMEIOS
  • WORKSHOP DE PRODUÇÃO E COMPARTILHAMENTO DE PROGRAMAS RADIOFÔNICOS
  • WORKSHOP DE PRODUÇÃO E COMPARTILHAMENTO DE VÍDEOS NA EDUCAÇÃO

Tudo isso corroborando a ideia de preservação desse patrimônio que não é só do Brasil, mas de todo o planeta!

Durante o desfile de abertura, aproveitamos para gravar enquetes para a Rádio Anísio Teixeira. Nas perguntas feitas, a intenção de contribuir para preservar na memória desses jovens canudenses o que jamais deverá ser esquecido.

Geraldo Seara
Professor da Rede Pública Estadual de Ensino do Estado da Bahia.

IAT na I Feira Literária de Canudos

Nossos Colaboradores