As comemorações do dia do índio na escola

As comemorações do dia do índio na escola

É chegado o dia 19 de abril, data em que se comemora o dia do índio, e nessa oportunidade as escolas adotam diferentes metodologias para abordar o tema, muitas são acertadas, outras nem tanto. Um exemplo muito conhecido de opção metodológica é quando os professores exploram o conteúdo imanente à data, pedindo para que os estudantes se inspirem na pintura corporal e vestimenta indígena. Essa leitura sobre a cultura indígena utiliza referenciais de 1.500 sem respeitar as diferenças entre os povos ameríndios e seu contato com a cultura contemporânea. Mario Sérgio Cortella, filósofo da PUC de São Paulo afirma que a escola deve adotar práticas com intenção educativa, acolhedora e pluralista, pois, toda vez que se trata o outro com[…]

O caos e a vida na terra

O caos e a vida na terra

Há cerca de 4,5 bilhões de anos, o sistema solar já possuía os gigantes gasosos Saturno e Júpiter, e na região mais próxima do Sol orbitavam mais 80 embriões de planetas rochosos. A medida que o sistema solar foi evoluindo, a colisão entre esses pequenos planetas foram originando os planetas rochosos que conhecemos, entre eles a terra e um gêmeo evanescente, uma espécie de planeta irmão, chamado Theia. Esse Planeta veio a colidir com a terra a bilhões de anos atrás originando um cenário de caos e destruição.

Outras possibilidades de ver o mundo

Outras possibilidades de ver o mundo

  Olá, pessoal! Tudo bem? Hoje, 02 de abril, é o dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo. Nesse sentido, quero aqui, além de ajudar a divulgar essa informação, refletir um pouco sobre o assunto com vocês. O que é o autismo? Como ele se apresenta? Quais os tipos de tratamento? Como a questão tem sido discutida no Brasil? Enfim, pelo visto, são muitas as informações e as dúvidas também, não é? Por isso, é muito importante tomarmos conhecimento e dialogarmos, sempre que possível, sobre o tema. À medida que vamos obtendo informações e conhecendo o assunto, qualificamos nosso olhar para com o outro, para a aceitação das diferenças e também aprendemos a negar todo e qualquer tipo de julgamento,[…]

Salvador: da ocupação dos espaços à urgência de ocuparmos espaço

Salvador: da ocupação dos espaços à urgência de ocuparmos espaço

Fala, comunidade! Hoje, Salvador completa mais um aninho, são 469 anos de luta. Os desafios são enormes, principalmente no que se refere ao uso e ocupação de seu espaço geográfico (cartografia). Afinal de contas, existe uma cidade única ou uma cidade partida? Existe, na cidade do Salvador, espaços compartilhados, em que as estruturas de comércio e lazer são pensadas para usos comuns dos seus munícipes ou é possível pensarmos nesses espaços como áreas de exclusão? Depende. Devemos analisar, sobretudo, as estruturas que envolvem (historicamente) as relações sociais e econômicas nesses espaços, a mobilidade urbana em consonância a estas relações, a geografia urbana como metodologia de gestão pública, como epicentro dos fluxos e dinâmicas desta rede espacial. Nesse sentido é possível[…]

Hoje é o Dia Mundial do Teatro!!!

Hoje é o Dia Mundial do Teatro!!!

Este, talvez, seja o dia em que esta arte tenha para si as atenções do mundo, num tempo em que as artes, de um modo geral, estão relegadas ao segundo, terceiro e, quiçá, o quarto plano, tanto para a produção como para seus espectadores. Esta data é comemorada desde 1961 pelo Instituto Internacional do Teatro (ITI) com a inauguração do Teatro das Nações, em Paris. Parece lugar comum, mas fazer teatro no Brasil – e digo dos dois lados: artista e plateia (pensando que só existe o jogo teatral se existir plateia) – é ter que abdicar de muitas coisas. É quase uma predestinação, mas fazê-lo afaga a alma, causa uma profunda mudança dentro de nós artistas e plateia. É[…]

Phubbing e WhatsAppinite: problemas do mundo contemporâneo!

Phubbing e WhatsAppinite: problemas do mundo contemporâneo!

Uma situação bastante comum nos dias de hoje, seja numa saída entre amigos, reunião de família, reunião de trabalho ou coisa do gênero, tem sempre alguém que não desgruda do celular. Já se sentiu irritado, incomodado ou anulado por alguém em situação igual ou semelhante? Mais precisamente, já disse ou ouviu essa frase: “Pare com esse celular!” Pois bem, esse tipo de comportamento tem mobilizado uma campanha de caráter global: “Stop phubbing!” Ela aborda um comportamento social alimentado cada vez mais pelos avanços tecnológicos oferecidos pelos Smartphones. A intenção maior da campanha, idealizada pelo estudante universitário australiano Alex High, é restaurar o contato social entre as pessoas. Fig.1Phubbing   Talvez você desconheça a palavra ou expressão. Como se pode observar[…]

Artista ou Artesão?

Artista ou Artesão?

Olá, Pessoal! Hoje é o dia do Artesão, certo? E como a nossa terra é rica de artesanato, aqui vai uma justa homenagem aos que se dedicam a representar nossa cultura, por essa via, nas suas mais diversas formas, usando as mãos e/ou ferramentas, mas muito mais o coração! E é justamente a emoção provocada em quem vê os objetos produzidos pelo artesão que, o profesor Nildson B. Veloso, lhes confere o status de arte. Mas ainda há controvérsias quanto a isso. As discussões levam em consideração as comparações feitas entre os objetos totalmente feitos à mão ou com uso de ferramentas e outros produzidos em série a partir de moldes ou algum tipo de mecanização. Sobre a dúvida e[…]

Percussão com Sotaque Francês

Percussão com Sotaque Francês

  Olá, pessoal! Vocês conhecem o termo interculturalidade? Pois é! A interculturalidade ocorre quando duas ou mais culturas interagem de forma horizontal, igualitária. Nos dias de hoje, a interação com culturas diversas está cada vez mais comum, devido, principalmente, ao processo de globalização, sem falar dos inúmeros refugiados espalhados pelo planeta que fugiram das guerras em seus países de origem. A equipe da Rádio Anísio Teixeira, para um episódio do programa Nas Ondas da Rede, teve a oportunidade de vivenciar uma experiência intercultural, quando acompanhou um grupo de mulheres percussionistas, da cidade de Lyon na França, chamado Timbahia, que veio conhecer de perto a cultura afro-baiana. Já faz algum tempo que mestres baianos levaram a nossa capoeira, reconhecida pela Unesco[…]

Nossos Colaboradores